Cadê a galera das criptomoedas?

   Não consigo deixar de notar como o número de posts, vídeos no youtube e artigos de internet a respeito das criptomoedas moedas simplesmente sumiram do mapa nos últimos meses. Entre dezembro/2017 e janeiro/2018 era impossível abrir qualquer página da web sem dar de cara com um anúncio de exchange, um post do mais novo milionário do pedaço ou um vídeo explicando como as moedas virtuais chegariam a valores nunca imaginados antes. Aparentemente a moda passou tão rápido quanto chegou e deixou um gosto amargo de prejuízo na maioria dos “investidores”.







   Mas calma, esse não é um post do tipo “eu avisei”, na verdade no exato momento que escrevo este artigo meu prejuízo com Bitcoin está na casa dos -29%, comprei quando a moeda deu uma boa recuada e estava valendo aproximadamente R$40k. Não vou dizer que foi fácil vencer a ganância de colocar uma parte considerável do meu patrimônio em Bitcoins, vendo todo mundo ao meu redor ficando milionário da noite para o dia a tentação foi grande, porém o medo foi maior e oque fiz foi simplesmente matar a minha curiosidade de ver como a coisa funcionava. Na época comprei um pouco de Bitcoins, estudei a mecânica das operações, os tipos de wallets (me assustei com a possibilidade de ser roubado e não ter para quem reclamar), transferi de uma "conta" para outra para ver como era e finalmente arrisquei fazer uns trades para pelo menos cobrir as taxas que paguei junto a exchange. Foi um experimento mais para matar a curiosidade e ver como tudo funcionava, ao final desse experimento (talvez por conta da insegurança e do prejuízo), decidi que não é pra mim. Felizmente o valor “investido” representa 0,17% do meu patrimônio ou R$5.300,00 que valem hoje pouco menos de R$3.800,00. Não pretendo me desfazer da moeda e sempre que sobra uns trocados na conta corrente compro mais um pouco, não tenho objetivo definido mas gostaria de ter 1 Bitcoin, quem sabe daqui a 30 anos um museu não se interessa em comprar esse 1 Bitcoin?rs

   Mas a pergunta do título permanece, cadê a galera das criptomoedas? Pode não parecer mas esse é sim o momento em que seria interessante essa gente que está com o bolso cheio de dinheiro virtual compartilhar a experiência de ver o mercado derreter e ainda acreditar que tudo vai dar certo, ou então ouvir relatos dos que embolsaram os lucros e são os novos milionários do pedaço. Não digo isso por curiosidade mórbida ou inveja mas sim por querer aprender com as experiências dos outros, ver a coisa por diferentes ângulos e tirar lições para a minha própria vida. Blogueiros importantes como o Viver de Renda que ficou milionário com a “explosão” do Bitcoin deixou de atualizar sua página e sumiu da blogosfera ignorando seus seguidores em um momento importante. É uma pena ver que as pessoas ainda não conseguem compartilhar “derrotas” achando que isso irá diminui-las perante os outros, por isso que continuamos com a impressão que a vida dos outros é perfeita nas redes sociais, esquecem que compartilhar os próprios erros acaba ajudando os leitores mais doque apenas se vangloriar dos acertos. Não estou dizendo que o Viver de Renda sumiu por causa disso, mas me refiro ao fato da “galera das criptos” terem sumido do mundo FIRE, guardando para si a experiência que poderia ser útil a todos nós.

   Como disse ainda pretendo comprar Bitcoins e torço muito para que as criptomoedas consigam dar certo um dia, moro no exterior e a possibilidade de transferir dinheiro instantaneamente sem passar pelas mãos de terceiros é um sonho. Mas até que tudo se estabilizar meu envolvimento com esse mercado não passará de um hobby.

Sr IF365