Como você irá reagir à próxima crise?

   Que a próxima crise financeira virá todos nós já sabemos, porém quando e porque ninguém faz idéia. Mas você já parou para pensar como irá reagir quando ela finalmente chegar? Sei que a resposta para essa pergunta parece levar mais uma vez a um artigo clichê onde o investidor irá ver a crise como oportunidade de comprar barato, as boas ações estarão em oferta, taxa de juros em alta, blá, blá, blá… Mas será que é assim mesmo que eu e você iremos encarar a crise? Como uma oportunidade?





   Estando o mercado hoje em plena recuperação, a bolsa batendo novos records, FIIs dispararam como foguetes e nem escândalos políticos conseguem abalar a confiança dos investidores fica fácil ser otimista quanto ao futuro. Porém é preciso ter consciência que nós humanos somos péssimos em prever nossas reações futuras, isso porque tomamos como base o presente para imaginar como será nossa reação daqui um tempo. Então no meio desse otimismo todo onde está “fácil” ganhar dinheiro, criamos uma imagem otimista para lidar com uma possível crise no futuro. Essa influência “positiva” interfere diretamente na nossa capacidade de prever o comportamento futuro, hoje vendo a sua carteira subindo 30% é fácil achar que quando ela cair 50% ou mais você irá reagir de forma otimista e realmente enxergar como uma oportunidade e não como o fim do mundo.


   Mas se somos tão ruins em prever nossa reação a um evento futuro será que existe algum outro indicador que ajude a prever nosso comportamento em situações futuras? Existe sim! Se você assim como eu tem 40 anos ou mais já deve ter passado por algumas crises financeiras anteriormente, e como foi que você reagiu a elas? No meu caso gosto de lembrar da última crise onde vi minhas PETR4 despencarem para quase R$4, a operação Lava-Jato massacrava o mercado financeiro e o governo Dilma colocava os últimos pregos no caixão do Brasil. Qual foi meu comportamento na época? Procurei aqui na minha planilha e durante a crise comprei PETR4 a R$12, R$9, R$7 e até a R$4,35… ou seja, meu comportamento foi condizente com a minha retórica de que compraria na baixa. Porém também notei duas outras coisas, a primeira foi que na época dei preferência ao Tesouro IPCA2050 que estava pagando juro acima de 6% e também não comprei tudo que podia em PETR4, isso indica que mesmo meu comportamento sendo coerente com a minhas expectativas também não tinha total certeza de que o país iria se recuperar no futuro, ou seja deixei o medo influenciar minhas decisões.


   Outra coisa que aprendi olhando meu comportamento no passado (e que posso esperar que se repita no futuro) foi que quando as PETR4 voltaram a subir eu comecei a embolsar os lucros prematuramente, vendi a R$14 e R$15… hoje estão batendo em R$21!!! Eu reconheço essa minha inquietude de embolsar lucros, já fiz isso antes e provavelmente repetirei o “erro” no futuro.  Então a lição final que posso aprender comigo mesmo sobre meu comportamento como investidor é que tenho a tendência de continuar comprando mesmo no meio da crise, porém preciso desenvolver a paciência e acreditar na estratégia antes de embolsar os lucros.


   E você, como reagiu à última crise? Vendeu tudo e decidiu que o mercado financeiro não era para você? Pare e reflita quais foram suas reações durante as últimas grandes altas e baixas do mercado, a tendência é que essa seja a reação que você terá quando a próxima crise ou euforia chegarem.


Sr IF365

Comentários