O maior prazer que a IF pode proporcionar…

   Ao meu ver o maior prazer que a IF pode proporcionar é com certeza a liberdade de trabalhar no que se gosta sem se preocupar em ganhar dinheiro. Um prazer que parece simples mas que na verdade é um dos mais subestimados pelas pessoas a minha volta quando ficam sabendo que pretendo me aposentar cedo. Eles imaginam que ficarei o dia todo em casa de pijamas e na frente da televisão, não conseguem perceber que essa é na verdade a maior conquista de quem busca a IF, a liberdade de trabalhar quando, onde e como quiser!



   Em um dia normal de trabalho acordo ao som do meu despertador, me arrasto para o chuveiro e durante o banho sinto como se um caminhão tivesse me atropelado. O desânimo para ir ao trabalho é tanto que as vezes a vontade é de não ter nascido. Porém em dias que estou de folga acordo naturalmente energizado, no lugar de sentir aversão ao “trabalho” que vem pela frente sinto uma ansiedade em pular da cama e tomar café o mais rápido possível para que possa escrever um artigo para o blog.


   Foi então que notei a quantidade de tempo e energia que dedico ao blog e como isso me trás prazer mesmo não recebendo um único centavo pelo “serviço” prestado, o blog do Sr.IF365 não tem e nunca terá anúncios pois não pretendo viver da renda dele, o tempo que gasto “trabalhando” aqui é em troca de pura satisfação pessoal. Acho que em um escala menor estou experimentando um pouco do maior prazer que a IF pode proporcionar, se o entusiasmo já é grande ao me dedicar um pouco do meu tempo ao blog fico imaginando como não seria se tudo em minha vida fosse dessa maneira, fazer só oque se tem paixão sem a preocupação de ter que obter resultados financeiros, chefe dizendo como se deve fazer e principalmente a possibilidade de se dedicar à aquela atividade apenas quando se tem vontade.


   Hoje só consigo escrever artigos para o blog nos meus dias de folga e quando não me sinto exausto depois de uma noite inteira de trabalho, então o tempo que posso me dedicar a qualquer atividade que me dá prazer é extremamente reduzido, mas espero que a partir de maio do próximo ano possa finalmente fazer a transição para a IF e dedicar meu tempo ao “trabalho” que realmente me dá prazer e que me energiza, ao contrário do que faço hoje que me drenar as forças.


   Para mim este ano pré-IF está sendo de muitos descobrimentos e de crescimento pessoal intenso, o simples fato de deslumbrar uma vida dedicada a atividades que são importantes para mim e não para o meu patrão fazem novas idéias “pipocarem” diariamente na minha mente de tal forma que as vezes custo a pegar no sono, só que ao invés de insônia de preocupação é uma insônia de ansiedade para que o dia seguinte chegue logo e eu possa começar a colocar as idéias em prática. Juro que não me lembro a última vez que tive esse tipo de “ansiedade sadia”, talvez quando criança em época de natal… a verdade é que cheguei a tal ponto em minha vida que passei a achar normal essa falta de vontade que o dia seguinte chegue logo, aceitei que faz parte do “se tornar adulto”. Na minha cabeça crianças se recusam em ir para a cama à noite porque não querem que o dia de diversão acabe, enquanto nós adultos relutamos em ir para a cama à noite porque não queremos que o dia seguinte chegue já que sabemos que mais um dia de “dolorosa labuta” nos espera.


  Ao vislumbrar um futuro dedicado a construir uma vida mais simples porém repleta de atividades que serão realmente importantes para mim, não consigo deixar de transparecer um certo otimismo pelos dias que virão pós-IF.


Sr. IF365

Comentários