Caminhada solitária rumo à independência financeira….

   Algumas vezes sinto que a jornada em busca da independência financeira e aposentadoria antecipada além de difícil também é bastante solitária, parece até que passei por uma encruzilhada onde todo mundo escolheu um caminho e eu (somente eu) segui pelo outro. Já tentei sem sucesso conversar sobre FIRE com as pessoas dentro do meu círculo de amizades mas nem ao menos uma se interessou pelo assunto. A maioria na verdade gosta apenas de apontar os “defeitos” no plano de aposentadoria antecipada, enquanto outras até mostram um pequeno interesse mas ao final da conversa me dizem que aquilo não é pra elas.





   A verdade é que a maioria das pessoas não liga para dinheiro, isso mesmo que você ouviu, elas não ligam. Mas como assim Sr.IF365? Nunca conhecia alguém que não ligasse para dinheiro… fora talvez alguns monges tibetanos. Eu sei que parece que todo mundo só pensa em dinheiro o tempo todo, mas se olharmos mais de perto a maioria não liga de verdade para ele. Se as pessoas realmente se importassem com dinheiro teriam o trabalho de cuidar dele e fariam alguma coisa para que a vida financeira prosperasse. Mas obviamente não o fazem, e essa é a maior prova que as pessoas não ligam para o dinheiro. A maioria das pessoas só liga para o dinheiro no que diz respeito a poder gasta-lo e como fazer para obter mais trabalhando, logicamente essas pessoas gostariam de ter mais dinheiro em suas vidas mas como não ligam de verdade para o dinheiro não fazem nada para que isso aconteça. Já pessoas que realmente ligam e sabem dar valor ao suado dinheirinho (eu e você que está lendo o blog) fazemos algo para cuidar desse dinheiro, ou seja ligamos de verdade para ele. Acho que é daí que vem a minha impressão que o caminho rumo à IF é solitário, de vez em quando cruzamos com alguém seguindo na mesma direção (em blogs e fóruns sobre finanças) mas nos geral a caminhada é sempre solitária.


   Alguns afortunados tem parceiros de caminhada que ajudam a manter a motivação, normalmente o cônjuge. Só que mais raro doque ver um casamento duradouro hoje em dia é encontrar um casal com os objetivos de FIRE bem alinhados. Eu mesmo tenho uma enorme dificuldade em manter a minha companheira no caminho "certo", não interfiro diretamente nas finanças dela porque ela trabalha e tem seu próprio dinheiro, mas vejo com desgosto ela ganhando em bolsas que valem mais do que o quanto de dinheiro que ela carrega dentro. Sinto que aceitou minha idéia de aposentadoria antecipada mas não se sente confortável em depender exclusivamente de mim, eu por outro lado não vejo problema em ela parar de trabalhar porém não estou disposto a desperdiçar dinheiro com “luxos” inúteis tais como uma bolsa nova de alguns “mil reais”. Juro que não sei como esse impasse irá acabar, é um assunto complicado e por mais que eu queira que ela colabore com o projeto de IF não me sinto confortável em abrir as finanças e nem vejo como ela poderia contribuir financeiramente uma vez que o salário dela é bem baixo. Penso talvez que, se ela não pode colocar dinheiro no “bolo” para engordar a IF poderá trabalhar na outra ponta da equação criando formas de economizar através de pesquisas de supermercado, cozinhando em casa, “travel hacking (nome dado ao ato de encontrar ofertas de viagens na internet com o intuito de gastar pouco nas férias) ou mesmo criando alguma forma de negócio próprio que gere algum retorno. Enfim, essa é uma aresta que precisa ser urgentemente aparada mas ainda não encontrei a solução.


   Quanto a solidão da caminhada rumo à independência financeira e aposentadoria antecipada, acredito que além das pessoas não ligarem de verdade para dinheiro o “tabu” que existe quando se toca nesse assunto também contribuiu, não me sinto confortável para abrir as minhas finanças nem aos amigos mais próximos, dessa forma as conversas ficam extremamente superficiais e “sem sal”, comparável a eu postar esse monte de artigos sobre finanças pessoais no blog mas não fornecer uma ideia dos resultados da minha filosofia de investimentos através dos fechamentos mensais. Faço isso aqui de forma anônima não só por segurança mas também pelo “tabu” que mencionei acima, colocar uma foto minha ao lado do fechamento patrimonial acabaria parecendo mais um blog para exaltar a minha pessoa doque um canal para compartilhar experiências e trocar conhecimento.


  Participo muito da blogosfera financeira e me ajuda muito a não me sentir isolado durante a caminhada rumo à IF, saber que existe outras pessoas perseguindo os mesmos objetivos me inspira, dá motivação para continuar e também para procurar alternativas que ajudem a encurtar ou ao menos facilitar a caminhada. Mas ainda sim faz falta o contato “ao vivo e em cores” com pessoas que compartilhem dos mesmos sonhos que a gente.


Sr. IF365

Comentários