Hoje seria o dia da minha "aposentadoria"...

   Caso alguém acompanhe o blog desde o primeiro post irá lembrar que a criação desse site se deu por conta da vontade de relatar meus últimos 365 dias em busca da IF conforme escrevi na minha página inicial "Quem é o Sr.IF?", já alguns leitores não tão recém-chegados assim devem pelo menos lembrar do “relojinho” localizado na parte superior da página onde eu fazia a contagem regressiva para deixar meu emprego. Em ambos os casos antes da publicação do post “Joguei a toalha…” onde anunciei que estava antecipando minha aposentadoria antecipada (rs) a grande data tão sonhada era 16 de maio de 2019, nesse dia eu pretendia pedir demissão e começar a cumpriR os 3 meses de aviso prévio exigidos pela minha empresa. Me recordo que passei noites em claro sonhando com a chegada dessa data, principalmente quando as coisas não estavam indo bem no trabalho, e obviamente tão ansioso quanto uma criança à espera da noite de natal pareceria que esse dia não chegaria nunca. Mas 16 de maio finalmente chegou e mesmo já estando “aposentando” a mais de três meses ainda sim me sinto obrigado à refletir sobre a decisão de ter abandonado o emprego antes do planejado e como isso afetou minha vida.





   Se eu tivesse seguido em frente com meus planos de pedir demissão na data de hoje teria trabalhando um total de 7 meses a mais (considerando que cumpriria 3 meses de aviso prévio), a consequência mais óbvia dessa decisão seria a grana extra que entraria na minha conta bancária por conta do meu salário, e não estamos falando de pouco dinheiro não… algo em torno de 240 mil reais! Ou seja, a recompensa por ter permanecido firme nos meus planos seria o patrimônio facilmente ultrapassar a marca do 4 milhões. E mais importante ainda, teria garantido pelo menos mais 1.200 reais de renda passiva extra todo mês. Nada mau, não é mesmo?


   A data de hoje não tinha sido escolhida de forma totalmente aleatória e sim com base em estimativas de quando meu patrimônio iria atingir meu sonhado número, 3 milhões de reais. Já no meio da caminhada rumo à IF ficou claro que eu ultrapassaria essa marca mas nunca poderia imaginar que mesmo antecipando minha IF eu ainda sim teria próximo de 3,9 milhões. Então ter permanecido por mais 7 meses em um emprego que estava literalmente me matando seria pura ganância já que o objetivo traçado inicialmente foi superado com folga. Para alguns pode parecer desculpa esfarrapada para justificar minha falta de perseverança em manter meus planos, mas para mim foi a decisão mais acertada na época e não me arrependo por um único minuto do que fiz.


   Estou entrando no quarto mês de Independência Financeira & Aposentadoria Antecipada e a sensação que tenho é que o tempo voou mas também que a antiga vida de trabalho que levava ficou em um passado distante, as vezes a Srta.IF me pergunta se eu não sinto saudades de voar e a resposta continua sendo um sonoro “não”. Na verdade a última vez que ela me perguntou isso foi na noite passada enquanto eu tomava um copo de vinho e me preparando para ir para a cama, antes de responder lembrei de como era corriqueiro naquele mesmo horário eu estar me arrumando para mais uma madrugada de trabalho e como me sentia todas as vezes que tinha que sair de casa sabendo que teria de enfrentar mais uma noite de privação de sono… então eu tomei mais um gole da minha taça e respondi “não sinto a menor falta”.


   Obviamente quando vejo o orçamente ficar apertado ou mesmo quando as incertezas quanto ao futuro financeiro do país voltam à me assombrar não tem como não imaginar que largar o emprego prematuramente talvez não tenha sido a melhor estratégia, mas quando olho como minha vida antes da IF estava se desenrolando e como estou vivendo hoje posso dizer que não esperar até 16 de maio de 2019 foi a melhor decisão que eu tomei em muito tempo. Nem tudo se resume à acumular dinheiro na vida, apesar de difícil é preciso aprender a dizer "basta, eu já tenho o suficiente"...


Sr.IF

Comentários