Junho/2019: R$4.050.639,98 (+1,75%) | Renda Passiva R$15.605,19 | FIRE: mês 5

Patrimônio: R$ 4.050.639,98 (USD$1.052.168,94)
Renda Passiva: R$ 15.605,19
Gastos: R$ 10.681,29
Rendimentos do Mês Anterior vs Gastos: (+) R$ 6.098,66
Dívidas: (-) R$ 1.098,93
Fundo Tio Patinhas: (+) R$ 15.569,49



   Conforme escrevi no post “Dia histórico para a bolsa brasileira e para as finanças do Sr.IF” esse mês que termina foi o alinhamento perfeito dos planetas, todos os ativos se valorizaram e o dólar se manteve comportado, com isso quebrei a barreira imaginária dos 4 milhões de reais e finquei meu pé firmemente acima da outra barreira imaginária de 1 milhão de dólares.

   Estou pensando seriamente em alterar o formato dos fechamentos mensais novamente e passar a dar ênfase à renda passiva, do jeito que está fica parecendo que continuo em uma busca incessante para acumular patrimônio quando na verdade tudo que me interessa é o quanto recebo de renda passiva todos os meses, e falando nela foi mais um mês de renda “passiva mínima garantida” onde recebi somente o previsto sem nenhuma surpresa agradável ao longo de junho.



   PATRIMÔNIO vs INFLAÇÃO e DÓLAR

   O IPCA continua despencando (0,13%) e arrastado as taxas de juros com ele, com isso deixo o índice de inflação comendo poeira e a diferença entre o patrimônio corrigido pela inflação e o patrimônio real já chega a R$152.464,22. A quebra da barreira dos 4 milhões de reais aconteceu de maneira repentina e foi justamente no dia em que a bolsa brasileira superou os 100 mil pontos, são dois números que não representam nada na prática mas que não custa serem comemorados.

   Junho foi oque chamei de “alinhamento dos planetas” onde tudo deu certo, a bolsa subiu, juros caíram novamente, bitcoin disparou, inflação ainda recuando e até o dólar deu um alívio…. Com tudo isso junto não deu outra, alta patrimonial de 1,75% que representa R$69.708,92 me lembrando os velhos tempos onde eu fazia aportes volumosos. Fechei o mês de junho com um patrimônio real de R$ 4.050.639,98.





   Com a estabilidade do dólar e o ganho patrimonial em reais atingi um novo record em dólares USD$1.052.168,94.





   ATIVOS E PASSIVOS

   O portfólio continua inalterado e levemente desbalanceado por conta da alta sem fim de alguns ativos como Bitcoin. Tenho a política de nunca vender nada para fazer rebalanceamento e apenas aportar dinheiro novo nos ativos que estiver em mais “para trás”, por conta disso vai levar um bom tempo para que tudo fiquei equilibrado conforme o planejado.

   No meu penúltimo post mostrei em detalhes quais ativos possuo em cada tipo de investimento e deixo o resumo de sempre. Esse mês estou adotando a novidade de apresentar o valor do mês anterior entre parênteses para efeito de comparação com o mês corrente.


Ações: R$311.704,42 (R$302.733,00)
FIIs: R$1.994.518,24 (R$1.972.487,96)
Tesouro IPCA2050: R$470.817,41 (R$448.099,19)
Investimentos no Exterior: R$450.132,85 (R$458.350,67)
Imóvel: R$ 750.000,00 (R$750.000,00)
Bitcoin: R$45.590,88 (R$33.466,09)
CDB & Poupança: R$ 18.506,52 (R$ 8.972,68)
Conta Corrente: R$ 9.748,72 (R$ 7.062,96)
Dívida no Cartão: -R$ 1.098,93 (-R$ 241,50)

   TOTAL: R$4.050.639,98/ USD$1.052.168,94 (R$3.981.057,72 / USD$1.014.222,00)






   RENDA PASSIVA vs GASTOS

   Mês de renda "passiva mínima garantida", o valor de R$ 15.605,19 é meio oque eu espero receber em meses normais onde não acontecem pagamentos extraordinários de dividendos. Justamente por isso monto meu orçamento de forma a não ter que ultrapassar esse valor com constância, e quando isso acontece quem arca com os custos é o Fundo Tio Patinhas.





   Os gastos mensais começaram a reagir à minha mudança de rumo mas ainda estão elevados, o grande vilão do mês foi acomodação (resquício do pagamento do Air BnB em Bali). A mesada da Srta.IF (10% da renda passiva do mês anterior) também está pesando muito no orçamento e as vezes me pergunto “mas nem eu gasto tudo isso com coisas pessoais”, e finalmente os gastos com restaurantes tomaram o lugar dos gastos com supermercado uma vez que literalmente fiz as 3 refeições do dia em restaurantes enquanto estive por Bali já que o Air Bnb meio que nos enganou e só tinha uma cozinha “chulezenta” para usar.


   Fechei o mês com uma gato total de R$ 10.681,29, saldo positivo de R$6.098,66 já que a renda passiva em maio foi de R$16.779,95.


   Os 3 maiores gastos do mês foram:
Acomodação: R$ 2.653,00
Mesada da Srta.IF: R$ 1.677,00
Restaurantes: R$ 1.309,50

   TOTAL do mês: R$ 10.681,29





   FUNDO TIO PATINHAS

   A regra dos 15% de reinvestimento foi alterada conforme relatei nesse post AQUI e isso trás consequências diretas ao Fundo Tio Patinhas que passa a receber mais recursos, porem depois de levar em conta alguns comentários a respeito da mudança de estratégia decidi ser menos radical e passarei a reinvestir o valor do IPCA anual multiplicado por 2, ou seja o IPCA atualmente encontra-se em 4,9406% a.a dessa forma me vi obrigado a reinvestir esse mês 9,8% dos gastos do mês anterior ou o equivalente à R$ 1.855,79. Como o saldo da "renda vs gastos" foi positivo em R$6.098,66 o fundo Tio Patinhas termina o mês com um total de R$15.569,49 para serem gastos no futuro mas que por enquanto serão colocados na poupança e CDBs.






   INVESTIMENTOS DO MÊS

   Esse mês acabei reinvestindo um pouco mais que o necessário devido à mudança na "regra dos 15%", como minha carteira está levemente desbalanceada e os FIIs ficaram para trás decidi aportar nessa classe de ativos. Também reinvestir os dividendos recebidos no exterior e dei uma “completada” nas ações do Bradesco.


INVESTIMENTOS REALIZADOS

FIIs
FVPQ11= R$ 1.083,60

Investimentos No Exterior
VGHS= 246,71

Ações
BBDC4= R$ 1.472,80

TOTAL (=) R$ 2.803,11



   SAÚDE

   A saúde continua ruim, simplesmente não sei oque aconteceu e desde as vésperas de deixar a Austrália meus sintomas pioraram bastante, as dores que sinto diariamente e incessantemente se intensificaram e parece que vieram para ficar de vez. Mas enfim pelo menos eu não tenho mais que me arrastar para o trabalho nessas condições.

   Minha perda de peso estagnou próxima dos 80kg, desde que voltei ao Brasil tenho sentido muita fome e descuidado da quantidade de alimentos que ando ingerindo. Apesar de não estar consumindo muitas tranqueiras ainda sim eu espera ter ganho peso, isso só não aconteceu porque consegui manter a rotina diária de exercícios.

   Acabei o mês pesando 80,1kg contra 80,3kg do mês passado.







   VIDA PESSOAL

   A além da saúde posso dizer que o lado pessoal continua ruim também, para quem achava que tudo se resolveria após a IF está sendo um verdadeiro balde de água fria… prefiro não entrar em detalhes no momento mas a fase está bem ruim desde que deixei a Austrália. Acho que não se pode ter tudo na vida…

   Continuamos a correr atrás da papelada para trazer a Srta.IF ao Brasil e depois de tudo resolvido volto a procurar um local para morar, por enquanto estou instalado na casa dos meus pais que se encontra vazia enquanto eles estiverem por Portugal. Falando em Portugal já cogito a possibilidade de antes de me decidir por morar lá irei passar um tempo com visto de turista para ver como são as coisas, quero evitar a qualquer custo um novo stress de ver os planos naufragarem e ter que começar tudo do zero novamente.



Sr.IF

Comentários