Mitos da Independência Financeira: Negócio próprio pós FIRE...

   As vésperas de completar 6 meses de Independência Financeira e Aposentadoria Antecipada já deu meio que para sentir como essa coisa de não ter que trabalhar funciona, por isso quero aproveitar para soltar uma série de pequenos posts a respeito de alguns conceitos que circulam entre a comunidade FIRE tanto aqui no Brasil como lá fora. Sou um verdadeiro aficionado por qualquer coisa que fale sobre Independência Financeira, seja através de podcasts, vídeos no YouTube, reportagem em jornal ou fórum de discussão eu diariamente consumo esse tipo de informação e por isso meio que criei em minha cabeça como a IF perfeita deveria parecer, mas será que tudo isso que vemos por aí a respeito de FIRE é realmente verdade? São tantas premissas, conceitos e ideias preconcebidas que hoje mesmo estando aposentado a apenas 6 meses já deu para perceber que além dessas experiências variarem de pessoa para pessoa algumas simplesmente não correspondem à realidade do dia a dia. Então vamos à primeira premissa que eu cansei de ouvir por aí principalmente entre os americanos.



   “Pessoas que conquistam a Independência Financeira são tão brilhantes e capazes que inevitavelmente irão acabar ganhando mais dinheiro do que quando trabalhavam…”

   Vou concordar que no geral pessoas capazes de acumular um patrimônio expressivo e investi-lo corretamente para nunca mais terem que trabalhar não são burras, mesmo não me considero um gênio das finanças não posso ser chamado de incompetente. Isso também não quer dizer que eu não passe de um bom empregado, canso de falar que só conquistei a IF graças à décadas de trabalho como assalariado e muita economia. Porém oque eu mais vejo na comunidade FIRE são casos onde a pessoa não só conquista a indecência financeira mas também ao largarem seus empregos fazem o negócio próprio deslanchar, exemplo clássico é o do Mr Money Mustache que é considerado o ser supremo da comunidade FIRE mundial. Depois de escrever diversos posts em seu blog mostrando como é possível viver da regra dos 4% investindo em ETFs de baixo custo ele simplesmente passou a viver não dos investimentos mas sim do sucesso da “religião” que a filosofia de vida dele virou, ele mesmo diz que nunca precisou sequer tocar no patrimônio acumulado e vive somente dos frutos obtidos com o blog. Não vou entrar no mérito se isso é ser FIRE ou não mas quero chamar a atenção para o fato que assim como ele muitos pregam que após o individuo atingir FIRE e largar o emprego inevitavelmente irá continuar a ganhar dinheiro na vida (as vezes até mais do que quando trabalhava) uma vez que pessoas brilhantes simplesmente não ficarão sentadas no sofá o dia todo sem fazer nada. Essa falácia vai tão longe que alguns chegam ao absurdo de afirmar que uma pessoa deveria deixar o emprego antes mesmo do inicialmente planejado pois pode contar com essa renda que inevitavelmente virá!



   Meu caro leitor, o Sr.IF esta sentado aqui no sofá dele como uma pessoa brilhante que atingiu FIRE a espera daquela ideia genial que irá revolucionar as finanças… e simplesmente essa ideia não vem! E olha que não é falta de “meditar” sobre o assunto, me pego pensando constantemente desde como monetizar meu blog até como abrir um negócio on-line, mas absolutamente nada que realmente faça sentido me vem à cabeça. Em outras palavras, se eu tivesse contado com a renda de uma ideia genial devido ao meu “brilhantismo” por ser capaz de conquistar FIRE eu estaria não FIRE mas sim F*d1d*… não sei se é a situação em que o Brasil se encontra ou simplesmente a cultura do consumismo americano ajuda a praticamente vender qualquer tipo de coisa por lá, desde lojinha on-line que vende pdf para e imprimir em casa, até os benditos “coaches”, passando por blogs parece que “tudo que se planta por lá dá”. Já por aqui os casos onde a pessoa acumulou um patrimônio considerável e depois perdeu tudo em um negócio que não deu certo é recorrente, eu mesmo tenho um amigo que depois de voar anos no exterior voltou ao Brasil e decidiu que iria montar uma empresa de transporte, comprou 3 ou 4 caminhões e essa semana me disse que após 3 anos sem pisar em uma avião como piloto está voltando a procurar emprego porque a grana secou, me deu um verdadeiro nó no estômago ao ouvir isso.


   Enquanto a ideia brilhante não vem vou vivendo dos dividendos, mas fica o alerta para não caírem na historinha de que só porque você foi competente para acumular patrimônio isso não quer dizer que após a IF irá montar um negócio de sucesso e viver dele, se você for mediocre como eu o melhor é não inventar moda e deixar o dinheiro aplicado em algo mais entediante…


Sr.IF