Um brinde aos meus antigos patrões... e aos leitores do blog.

   O blog do Sr.IF anda extremante parado por conta das festas de final de ano mas isso não me impede de fazer um último brinde e deixar os mais sinceros votos aos meus antigos patrões!rs Foram mais de duas décadas trabalhado incontáveis natais e anos-novos, alguns foram bons outros bem ruins… ossos do ofício. Mesmo assim uma coisa sempre me incomodou muito nessa época do ano, a imagem dentro da minha cabeça do meu patrão festejando a noite de natal (ou de réveillon) junto de suas famílias enquanto eu trabalhava duro para bancar aquela festança. Pode parecer um pensamento infantil mas sempre me senti incomodado por ter que trabalhar para enriquecer outra pessoa, em outras palavras odiava trabalhar para realizar os sonhos de outro indivíduo. “Mas Sr.IF você está sendo muito ingrato com quem te deu a oportunidade de chegar onde chegou”, pode até ser meu caro leitor mas infelizmente nunca consegui me livrar desse ressentimento que tenho por me sentir explorado. Na minha humilde visão os patrões que tive nunca foram bonzinhos e caridosos por me darem um emprego, sempre ficou claro que tudo não passava de uma relação comercial onde eu precisava de dinheiro e eles das minhas habilidades.





   Impulsionado por esse sentimento eu sonhava com o dia em que poderia passar as festas de final de ano onde e com quem eu bem desejasse, demorou mas esse dia finalmente chegou! Com certeza minhas festas não serão tão pomposas quanto as dos meus antigos patrões (principalmente considerando que todos eles são literalmente bilionários para dizer o mínimo!rs) mas mesmo assim fiz questão de reler meu post de natal do ano passado e apreciar como a minha vida realmente foi transformada depois da independência financeira, o título daquele post foi “Esse ano não tem natal... de novo.” e pelo que me lembro coloquei no ar pouco antes de embarcar para um voo com destino ao Sudão onde passaria no natal (e por ironia do destino me mandaram pra lá de novo no réveillon), sou ruim de memória mas acho que tudo que fiz naquela noite foi simplesmente pedir um jantar no quarto, ligar para a família e ir dormir. Como eu estava a poucas semanas de largar o emprego talvez tenha imaginado como o próximo natal seria muito melhor que aquele, se lá… só sei que oque parecia distante chegou e para celebrar faço questão de deixar um brinde aos meus antigos patrões e dizer que se depender de mim eles nunca mais irão decidir quando, onde e com quem eu celebrarei momentos especias da minha vida. Como não poderia deixar de ser quero desejar um feliz natal aos leitores do blog e dizer que não existe presente maior na vida do que poder ser verdadeiramente livre, porém esse presente o papai noel não costuma deixar de baixo da árvore e somente nós mesmos podemos nos dar. Boas festas!


Sr.IF