Janeiro/20: R$4.448.422,87 (-1,74%) | Renda Passiva R$15.418,35 | FIRE: 1 an




Patrimônio: R$4.448.422,87 (USD$1.039.569,74)

Renda Passiva: R$15.418,35

Gastos: R$ 8.888,81

Rendimentos do Mês Anterior vs Gastos: (+) R$9.814,49

Dívidas: (-) R$ 6.338,00

Fundo Tio Patinhas: (+) R$51.375,04



   Janeiro foi um mês ruim financeiramente para o Sr.IF e também para quem em dezembro embarcou no rally dos fundos imobiliários e aplicou todo décimo terceiro salário nesse tipo de ativo, isso porque quando menos se esperava a maré virou e os fundos acabaram devolvendo quase todos os ganhos obtidos no mês anterior. Além disso a renda passiva desse mês foi simplesmente a mais baixa desde que passei a viver de renda.


   Já os gastos até que ficaram dentro da média mesmo eu tendo desembolsado uma boa quantia durante a viagem para Ilhabela, por conta disso o mês fechou com um bom saldo positivo e lá se vai mais um tanto para o fundo Tio Patinhas que continua com destino incerto.




   PATRIMÔNIO vs INFLAÇÃO e DÓLAR

   Se dezembro foi só alegria já não posso dizer o mesmo a respeito de janeiro, na verdade foi o primeiro recuo patrimonial em reais desde que passei a viver de renda a exatamente um ano, confesso que não era assim que eu imaginava comemorar o aniversário de independência financeira!rs A grande responsável pela queda patrimonial foi a minha carteira de renda variável que liderada pelos FIIs devolveu grande parte dos ganhos obtidos em dezembro, a queda foi de -1,74%, o que equivale a -R$78.790,30 evaporarem do meu bolso. Sendo assim fechei janeiro com um patrimônio total de R$4.448.422,87.


    Conforme previsto no fechamento anterior minha “vantagem” frente a inflação superou a barreira de meio milhão de reais, para ser mais exato a diferença do meu patrimônio teórico corrigido pelo IPCA desde que deixei o emprego versos meu patrimônio real bateu em R$620.552,95. Vale ressaltar que existe um atraso nessa comparação justamente porque o último IPCA divulgado foi o de dezembro ainda, com a queda patrimonial desse mês essa diferença entre o patrimônio teórico corrigido pela inflação e o patrimônio real vai inevitavelmente cair no próximo fechamento mensal.






   A queda patrimonial somada a alta da moeda americana fizeram meu patrimônio convertido para dólares diminuir em -USD$86.742,78 e fechando em exatos UDS$1.039.569,74. Ambiente bem ruinzinho pra mandar dinheiro para fora.





   ATIVOS E PASSIVOS

   A carteira de investimentos permanece inalterada e como não fiz absolutamente nenhum aporte esse mês é possível observar como os ativos brasileiros de renda variável sofreram bastante em janeiro, já os ativos no exterior acompanharam a alta do dólar e o bitcoin deu mais uma disparada. O Tesouro IPCA2050 também subiu graças a perspectiva de mais um possível corte na taxa de juros.


   Meu único passivo continua sendo o cartão de crédito que por conta da viagem para Ilhabela sofreu um ligeiro aumento, mas nada que assunte.


   Abaixo o valor da minha carteira dividida por classe de ativos, para efeito de comparação o valo do mês anterior é apresentado entre parênteses:


Ações: R$305.654,16 (R$327.415,10)

FIIs: R$2.274.094,63 (R$2.384.394,94)

Tesouro IPCA2050: R$500.653,94 (R$498.459,37 )

Investimentos no Exterior: R$544.298,06 ( R$507.407,81)

Imóvel: R$ 750.000,00 (R$750.000,00)

Bitcoin:  R$39.866,67 (R$29.117,56)

CDB & Poupança: R$36.984,29 (R$ 26.623,88 )

Conta Corrente: R$3.196,19 (R$ 8.086,37)

Dívida no Cartão: -R$6.338,00 (-R$ 4.290,13)


     TOTAL: R$4.448.422,87 / $1.039.569,74 (R$4.527.213,16 / $1.126.312,52)






   RENDA PASSIVA vs GASTOS

   Obtive uma renda passiva bem medíocre esse mês e como disse foi a mais baixa desde que comecei a viver de renda, os investimentos no exterior nem se deram ao trabalho de pagar um único centavo!rs  Total da renda em janeiro foi de R$15.418,35 composta por:


Cupons Tesouro IPCA2050: R$1.367,87

Dividendos Ações: R$286,78

FIIs: R$11.143,70

Aluguel da casa: R$2.620,00

Dividendos no exterior: R$0,00

    TOTAL: R$15.418,35






   Os gastos continuam dentro da média e só não foram menores por dois motivos, a mesada da Sra.IF que entra como despesa (mesmo ela não gastando quase nada do que recebe) e a viagem que fizemos para Ilhabela. Vou eleger o grande vilão do mês os gastos com restaurantes, comemos fora muito mais que o normal tanto durante a viagem como também no período que ficamos em casa.



   No total em janeiro gastei R$8.888,81 sendo que os 3 maiores gastos foram:


Mesada Srta.IF (10% da renda passiva): R$1.864,67

Airbnb: R$1.596,02

Restaurantes: R$1.564,66

   No mês anterior a renda passiva foi de R$18.703,30 e os gastos desse mês ficaram em R$8.888,81, saldo positivo de R$9.814,49 que após descontado o reinvestimento obrigatório mensal irá para o Fundo Tio Patinhas.






   Continuo acompanhando o custo de vida básico conforme o post “Meu custo de vida básico…” onde expliquei que passarei a divulgar meu custo básico de vida considerando somente 4 parâmetros pré-estabelecidos (alimentação, moradia, saúde e transporte). No post eu também expliquei que dividi meu ano em períodos distintos e aqui nos fechamentos mensais me limitarei a comparar apesar os números da fase que estiver vivendo, ou seja enquanto eu estiver morando no Brasil postarei o custo de vida por aqui, quem quiser ver como ficou o custo de vida dos períodos que vivi na Austrália ou em Bali pode encontrar tudo no post que mencionei acima.


   Custo básico de vida em janeiro:

Alimentação: R$2.359,72

Moradia: R$673,87

Saúde: R$741,66

Transporte: R$224,75

    Total: R$4.000,00 (não arredondei esse número não!rs)








   FUNDO TIO PATINHAS

   O Fundo Tio Patinhas continua subindo a já acumula R$51.375,04, nesse ritmo espero criar uma excelente reserva que irá ajudar e muito na transição para a vida em Portugal.


   O cálculo do que será colocado no fundo Tio Patinhas é: Renda passiva do mês anterior (R$18.703,30) - gastos do mês corrente (R$8.888,81) - reinvestimento requerido para compensar a inflação (R$ 743,05) = valor a ser depositado no Fundo Tio Patinhas (R$9.071,44). Total do fundo R$51.375,04.






   *Lembrando que eu alterei a fórmula utilizada para calcular o reinvestimento requerido para vencer a inflação, passei a utilizar o dobro do valor do IPCA acumulado dos últimos 12 meses.




   INVESTIMENTOS DO MÊS

   Os investimentos no mês foram ZERO! Mas como assim Sr.IF, você não acabou de dizer na descrição do Fundo Tio Patinhas que o investimento requerido para compensar a inflação foi de R$ 743,05? Calma meu caro leitor, não é por que eu não investi em nada que esse dinheiro foi gasto. Lembra que conforme mencionei no post “Minha única meta para 2020…” passaria a fazer 100% dos meus investimentos no exterior? Pois bem, a maneira mais econômica de mandar dinheiro para fora é em montantes maiores e por isso a renda que sobrou desse mês ficará na conta corrente do Nubank rendendo juros e quando receber os cupons semestrais do Tesouro IPCA em fevereiro mandarei tudo para fora de uma vez só. O reinvestimento requerido de R$ 743,05 já foi contabilizado na planilha e através da mágica da matemática financeira foi incorporado ao bolo principal, afinal tudo não passa de números!rs


   INVESTIMENTOS REALIZADOS


   TOTAL: R$ 0,00




   SAÚDE

    Sem comentários, festas de final de ano+mãe cozinhando em casa+família vindo visitar = dieta destruída.  Fechei o mês pesando 84,4kg contra 83,6kg do mês passado. 







   VIDA PESSOAL

   Mês ruim financeiramente e meio ruim no lado pessoal, a péssima ideia de ficar na casa dos meus pais com eles dentro (vieram passar uma temporada no Brasil) está cobrando seu preço. A situação que já estava no limite se tornou insustentável quando meu irmão chegou com seus 3 filhos para passar uma temporada aqui no Brasil, são três famílias (num total de 9 pessoas) morando sob um mesmo teto. Aí já viu… barulho, bagunça e rotina alterada para todo mundo. Querendo ou não acaba sendo uma situação estressante para todas as partes e já decidi que essa foi a última vez que nos coloco nessa situação desnecessária.



   Passei uma boa parte do mês colocando minhas finanças em dia e preparando a declaração de IR 2020, foram 5 anos morando fora do país e sem precisar entregar a DIRPF. Deu um trabalho do cão levantar preço médio de ações e FIIs que já tinham fugido do controle, mas no final está tudo organizadinhos e só esperando a liberação do programa da Receita para que eu possa finalmente conseguir o último documento que falta para da entrada no processo do visto para Portugal. Quero deixar meus mais sinceros agradecimentos ao canal do Fábio Holder no Youtube, apenas assistindo as 2 lives que ele postou sobre imposto de renda (uma sobre investimentos no exterior e a segunda sobre investimentos no Brasil) consegui preparar eu mesmo minha declaração de reentrada no país sem a necessidade de contratar um contador. Fica a dica desses dois vídeos no Canal do Holder para quem ainda está inseguro na hora de declarar IR:









   Fevereiro vai ser movimentado e além de uma viagem com a família toda, correrei atrás da papelada final para dar entrada no visto para Portugal já na primeira semana de março. Até lá!



Sr.IF


Comentários