Nossas opções de moradia em Portugal...

   Com os planos de morar em Portugal tomando forma fica difícil segurar a imaginação e não ao menos tentar deslumbrar como será nosso futuro em termos de moradia, mesmo ainda não tendo nada garantido quando o assunto é a concessão do visto de residência ainda sim eu e a Sra.IF nos pegamos planejando o futuro em terras lusitanas. Logo de cara já bateu o medo de repetir o mesmo erro que cometemos quando os planos de morar em Bali naufragaram, com certeza o grande responsável pelo resultado negativo foi a opção de morar precariamente. Tanto na ida inicial quanto na ida definitiva para Bali eu cometi o grave erro de nos acomodar em um lugar barato e "tranqueira", a ideia era de que por se tratar de uma estadia provisória pouco importava o Air BnB escolhido. Ledo engano! Não quero colocar toda a culpa nesse erro grosseiro, mas com certeza nossa não adaptação a Bali se deveu em grande parte ao fato de termos nos hospedado em um quartinho com banheiro em um local extremamente barulhento e feio. Tenho certeza de que se tivéssemos alugado logo de cara uma casa confortável perto da praia a história teria sido bem diferente. Enfim, página virada e que venham os novos capítulos!



   O engraçando é que mais uma vez a vida me coloca na mesma situação, caso o visto de residência para Portugal venha a ser concedido teremos que repetir a experiência de nos mudarmos para um país desconhecido. Não vejo como escapar da "receitinha" de alugar um Air BnB logo na chegada e a partir dai procurar um local mais definitivo, com isso em mente já decidimos que iremos gastar mais do que gostaríamos em um bom Air BnB para tentar reduzir o desconforto e o choque da mudança de país. A cidade ainda não foi definida e curiosamente não depende de nós, isso porque ao emitir o visto o próprio consulado já faz o agendamento da segunda fase em uma das inúmeras repartições públicas espalhadas por Portugal. Dessa forma a sorte está lançada quanto ao nosso primeiro destino em terras lusitanas.


  Mesmo com essa indefinição inicial eu e a Sra.IF temos quebrado a cabeça para montar uma lista de possibilidades de moradia em Portugal, como sonhar é de graça então decidimos que sonhar caro também seria uma boa ideia e por isso não excluímos nenhuma opção da lista por mais cara que ela seja. Até o momento chegamos a uma total de 14 possibilidades de moradia sendo que cada uma tem suas vantagens e desvantagens, infelizmente não será possível testar cada uma delas para definirmos qual seria a melhor decisão para o nosso perfil e provavelmente teremos que usar de bom senso na hora de bater algum martelo. Meus pais que já moram em Portugal optaram por viver em um motorhome pequeno e viajar constante pelo país, apesar da ideia me agradar muito não consigo me ver morando em um espaço tão limitado. Mesmo assim não descartamos a possibilidade de comprar um trailer grande e viver nele de maneira mais definitiva e passando meses em um local até enjoarmos, penso em um trailer parecido com o desse do vídeo abaixo:




   Eu realmente consigo me ver morando em uma trailer desse tamanho, mudando de lugar a cada 6 meses e quem sabe até de país! Não sei se é apenas ilusão mas essa vida de levar a casa "nas costas" me agrada e muito. Economizaríamos uma fortuna em aluguel e a grana extra seria usada para cobrir despesas de viagens. A Sra.IF se animou com a ideia mas mesmo assim ainda está com a pulga atrás da orelha, e dou toda razão para ela depois do fiasco que foi a nossa mudança para Bali.


   Como podem notar meu medo de repetir os mesmos erros de um passado recente ditam o tom desse post, e é justamente por isso que eu a a Sra.IF estamos quebrando a cabeça diariamente imaginando todos os cenários possíveis para a nossa moradia. Como disse chegamos a um total de 14 possibilidades:


1. Comprar uma bela casa bem de frente para uma praia e abrir mão de viajar.

2. Comprar uma bela casa bem de frente para uma praia e que ofereça a possibilidade de construir um anexo para servir de Air Bnb para reduzir os custos e quem sabe poder viajar.

3. Comprar uma casa extremamente barata e comprar um trailer.

4. Comprar um trailer luxuoso e confortável o suficiente para morar em tempo integral e passar um tempo relativamente extenso em cada parte de Portugal ou Europa.

5. Alugar uma bela casa bem de frente para uma praia e abrir mão de viajar.

6. Alugar uma casa bem barata para servir de base e o dinheiro que sobrar viajar constantemente.

7. Alugar uma casa barata e comprar um trailer.

8. Comprar um terreno extremamente bem localizado na praia e comprar um trailer para estacionar nele.

9. Comprar um pequeno apartamento na cidade.

10. Alugar um pequeno apartamento na cidade.

11. Comprar uma casa bem barata para servir de base e o dinheiro que sobrar viajar constantemente.

12. Comprar uma fazendinha no meio do nada para criar animais e fazer queijos!rs

13. Comprar uma fazendinha melhor localizada juntamente com  alguns amigos que já moram em Portugal e cada um constroe sua residência nela.

14. Alugar um motorhome e rodar Portugal a procura do local ideal enquanto testamos se a vida de levar a casa nas costas nos agrada.



   Novas ideias pipocam todos os dias em nossas cabeças e cada vez que isso acontece inevitavelmente corremos para a internet para ver quanto isso custaria, sei que está cedo para pensar em tudo isso mas é assim que temos passado o nosso tempo livre. As possibilidades são infinitas e olha que nem pensamos ainda em que parte de Portugal gostaríamos de morar! Ainda sob a sombra do fiasco que ocorreu em Bali seremos muito mais criteriosos nas nossas decisões e economizar não será o foco principal dessa transição para a nova fase da vida que estamos prestes a embarcar.


   Com essa disparada do euro meu orçamento começa a ficar comprometido, uma renda que antes girava em torno de 4.000 euros agora mal passa dos 3.500 euros. Isso inevitavelmente irá refletir em nossa moradia, porém queremos tirar vantagem da flexibilidade que possuímos por não precisar trabalhar e nem colocar filhos em escola, sendo assim acredito que morando um pouco mais afastados dos grandes centros encontraremos boas opções que caberão no bolso.


   Estendo aqui meu convite aos leitores residentes em Portugal que deixem seus comentários e sugestões de lugares, estilos de vida, etc... no momento estamos igual a barata tonta tentando encontrar o caminho, toda a ajuda é muito bem vinda.

Obrigado!


Sr.IF

Comentários

  1. Eu iria inicialmente na opção 14

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, parece sim a opção mais coerente mas quando se olha o valor do aluguel mensal de um motorhome por lá a coisa fica inviável! Estamos falando de no mínimo 3.500 euros para um motorhome pequeno (não estou falando de van), enquanto que o aluguel deu bom apartamento de 2 quartos mais afastado dos grandes centros fica na faixa de 800 a 1.000 euros.

      Excluir
  2. Ficaria com a opção 10.

    Vocês não tem filhos. Não precisam de espaço de imediato. Estariam livres para viajar e conhecer o país para conhecer outras cidades e bater o martelo na escolha de uma.

    O aluguel do apartamento sairia mais barato que o de uma casa, o que ajuda neste momento em que a cotação do Euro está em alta.

    Pelo que conheço de você pelos posts, olhando o longo prazo, acredito que não se adaptaria à vida em motorhome. Na teoria, parece interessante, mas, na prática, é outra história. Falta de espaço, privacidade, vida nômade sujeita a vários perrengues... Poderia ser um replay do que ocorreu em Bali.

    Você é uma pessoa de hábitos e que precisa ter um lugar para dizer que é seu. Um "refúgio", coisa que o motorhome não te trará. Você é um ser antisocial, precisa de um espaço apenas seu. A vida em motorhome, a meu ver, pressupõe algo público, já que você viverá, em certa medida, nas ruas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é também acho tudo isso, a verdade é que eu nunca nem entrei em um trailer... a ideia seria estaciona-lo em algum tipo de camping com estrutura e não morar na rua.

      Excluir
    2. Pesquise bastante. Procure por comunidades no Facebook, sites. Há brasileiros com canais no Youtube que contam o dia-a-dia em motorhome, inclusive na Europa. O investimento é muito alto.

      E mesmo que use um camping para trailers, imagine a seguinte situação. Sábado à noite, tudo em silêncio, vários trailers estacionados, um do lado do outro. Você se sentiria confortável em "namorar" com sua esposa? rs...

      Excluir
    3. Concordo! Por tudo que já li aqui do SrIF, a opção 10 parece a mais sensata.

      Excluir
  3. Opa nada melhor que dar pitaco na vida dos outros! Rsrsrs, então vamos lá!
    Eu, escolheria uma opção não muito radical. Na minha experiência aquela máxima de “a primeira impressão é a que fica” deve ser considerada! Então eu iria com opção 10 ou 5/6 (depende do custo desse aluguel).
    Quando vim para o Canada aluguei um ap tipo resort mobiliado bem perto do centro por 10 meses. Isso me deu tempo para conhecer a cidade melhor e buscar minha casa para comprar. No seu caso creio que o ponto inicial seja escolher uma cidade ou região. Pesquisar muito e se ficar em dúvida entre 2-3 lugares, passar uns 10-15 dias em cada lugar (ok vai gastar uma graninha mas acho que vale a pena e evita decepções futuras). Eu fiz isso antes de migrar. Ficamos 20 dias aqui e nos apaixonamos pelo lugar! Qualquer que seja sua escolha te desejo boa sorte!
    Abs

    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo não querendo ficar completamente exposto a variação cambial por conta do aluguel ainda sim alugar será mais seguro dq se comprometer com algo mais sério como a compra de um imóvel. Estando no Brasil fica impossível bater qualquer martelo, espero que quando estivermos por lá nos apaixonemos por alguma cidade em especifico.

      Excluir
  4. Eu compraria fácil um trailer luxuoso para viver viajando pela Europa inteira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa com certeza é a opção mais "romântica"... mas como disse eu nunca nem entrei em um para ver como me sinto! Manteremos essa opção na mesa até o final...

      Excluir
  5. Dessas opções eu escolheria a 14. Se fosse eu faria algo parecido com o que o EI sugeriu, um meio termo, uma casa mediana/normal em uma cidade que lhes agrade, de preferência perto de uma cidade maior para terem acesso garantido ao que precisarem.

    Melhor gastar um pouco mais agora e tomar uma decisão mais acertada do.que perder dinheiro e se frustar como foi Bali.

    O Euro disparou mas acredito eu, que logo irá se estabilizar e voltar ao patamar anterior, então não levaria essa disparada pontual tão a sério. No longo prazo sim, se pretende morar fora do Brasil deve se preocupar, como já vem fazendo em ter boa parte da renda passiva em moeda forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desisti de tentar adivinhar o cambio, quando o dólar estava 3,80 todo falava que estava caro... agora a casa caiu. Meu pai que mora em Portugal já está pensando em passar mais tempo que o previsto no Brasil caso continue subindo. O negócio é dançar conforme a musica mesmo.

      Excluir
  6. Alugue algo bom e barato! Em portugal e europa você faz tudo de trem. Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, mas nada se compara a poder levar a casa consigo para todo canto...

      Excluir
  7. Sou Português, vive muitos e muitos anos (maioria da vida), então conheço muito bem o meu país.

    Se você Brasileiro e deseja-se me mudar para Portugal (sabendo o que sei de Portugal hoje por ter vivido lá a maioria do tempo varia o seguinte).

    Primeiros meses alugava Arbnb em várias cidades e fazia um tour pelo país quase inteiro. Para ver quais cidades eu gostei mais. Nesse tour passaria para ver as Escolas e Universalidade (se tive-se filhos), Hospital para ver como é, e a cidade em si, se deseja--se trabalhar também via se tem muito trabalho a cidade.

    Olharia cidades como Lisboa, Porto, Leiria, Coimbra, Aveiro, Braga, Guimarães, Évora, Guarda, Vila Real, Setúbal, algumas cidades do Algarve.

    Lisboa é fantástica tanto a nível de clima, lugares para visitar, beleza, trabalho, ponto muito contra custo de vida quase o dobro das outras cidades.

    Porto é fantástica também, lugares para visitar, beleza, trabalho, pontos contra clima mais frio e chuvoso que Lisboa, custo de vida ainda caro mais baixo que Lisboa mas bem mais caro do que outras cidades.

    Todas as outras cidades que falei (Aveiro, Coimbra, Leiria, Braga, Guimarães) são lindas, tem boas universidades e escolas também custo de vida bem mais baixo de Lisboa e Porto pontos contra são mais frias e chuvosas que Lisboa, tem muito menos animação e opções de lazer que Lisboa e Porto.

    Algarve clima excelente parecido com Lisboa, chove muito pouco, faz muito pouco frio, (mas mt quente de verão e muita praia) mas tem alguns lugares que é caro viver comparado com as outras cidades do país, mas de inverno muito parado sem gente, mais dificuldade de arrumar trabalho no inverno de verão tem muito.


    Depois de passar um mês, visitando muitas cidades de Portugal com Arbnb e analisando a beleza da cidade, escolas, hospitais, universidade, possibilidade de trabalho escolheria a melhor relação qualidade/custo dependendo do meus interesses.

    Na que foi a melhor relação da cidade qualidade/custo alugaria por um ano. Não saia alugando a primeira casa que aparece-se ia pesquisar muito até encontrar uma casa com excelente relação qualidade/custo ai fazia um contrato de 1 ano.



    Ao fim de 1 ano da para sentir se Portugal é para mim, não é para todas a gente. Os 3 maiores problemas vão ser:


    Saudades da família - Quando você está um ano fora, você vai sentir se aguenta viver longe da família, Nem todo o mundo consegue. Este problema se tem em qualquer país estrangeiro. Sendo que a viagem Portugal Brasil para ver a família muito cara.

    Frio e Chuva - Em Portugal no Inverno na maioria lugares (tirando Lisboa e Algarve) durante 3 meses e muito frio e chuvoso o clima chega vários dias aos 0ª de mínima e também chove muito. É frio igual aos lugares mais frios do Rio Grande do Sul. Então não é para toda a gente. De Verão durante 3 meses as temperaturas chegam muitas vezes a 35ºC e alguns lugares aos 38ºC. Então o clima tem muita gente que não aguenta o inverno e o frio de Portugal.

    Estilo das pessoas mais fechado com menos festas - Você vai notar que as pessoas são mais fechadas e mais directas. Outro ponto é que tirando Lisboa e Porto as outras cidades médias até algumas capitais de Distrito (Estado) não tem 100 bares e lugares de festa iguais as cidades do Brasil, tem assim uns 10 lugares bons de ir.



    Continua....

    ResponderExcluir
  8. continuação...

    Se depois de 1 ano gostar de Portugal e deseja-se morar em Portugal, ai sim compraria um apartamento.

    Faria o seguinte, pesquisava muito para encontrar um excelente apartamento numa cidade boa de preferência perto da faculdade, para ter facilidade em alugar (caso fosse necessário depois). Depois de muito pesquisar e ao fim de 1 ano de morar numa cidade, compraria um excelente apartamento relação qualidade/custo (com facilidade em alugar depois caso fosse necessário) financiado.

    Como os juros em Portugal para empréstimo para comprar casa/apartamento são de 3% ao ano (muito barato mesmo) fica normalmente mais barato comprar do que o aluguer em Portugal e você fica com uma casa/apartamento para você depois. Só tem que viver 1 ano antes de aluguer para saber se Portugal e aquela cidade são para você.

    Então seria isso que eu faria se você brasileiro me mudando para Portugal (sabendo que sei hoje que sou português).



    Para não parecer que só disse os contras de Portugal vou falar os pontos positivos:


    - Segurança muito alta - Portugal país extremamente seguro.

    - Hospitais públicos muito bons - Em Portugal você não precisa de plano de saúde, a saúde publica muito boa.

    - Quase não tem transito - Tirando Poro e Lisboa (que tem metro) as outras cidades praticamente não tem transito.

    -Estradas sem buracos - Em Portugal a grande maioria das estradas não tem buracos.

    -Muito barato Comprar um carro simples em Portugal - comprar carros tipo Fiat Uno, Corsa, etc esses assim do ano de 1995 a 2000 custam tipo uns 500 a 1000 euros.

    -Escolas Publicas muito boas e gratuitas - Em Portugal a escolas são muito boas e gratuitas. Apenas as universidade apesar de serem muito boas tem de se pagar uma mensalidade mesmo sendo publicas.

    - Clima bom comparado com a Europa mas pior que o Brasil - Apesar do clima ser bom comparado com a Europa (muito melhor do que outras paises da Europa) é pior do que no Brasil.

    - Custo de vida barato comparado com outros países da Europa - Tirando Lisboa, Porto e Algarve as outras cidades tem custo de vida barato e a maior despesa é com aluguer de casa (essa despesa é grande) o resto, tirando a gasolina que é cara, é relativamente baixa a despesa.

    -Facilidade em viajar para outros países da Europa - Porto, Lisboa e Faro (Algarve) tem aeroporto e tem voos de baixo custo para as principais cidades da Europa como Barcelona, Paris, Roma, Londres, etc....

    Me aluguei muito no comentário.

    Mas espero ter ajudado, passei toda a minha experiência com Portugal sendo Português.

    Abraço!








    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com os comentários. Vivendo me Portugal como F.I.R.E. há pouco mais de um ano, seguiria a estratégia acima.

      Destacaria apenas dois lugares interessantes de se viver, caso deseje uma vida mais tranquila e ao mesmo tempo dinâmica: Ponte de Lima e arredores (existe uma aldeia chamada Estorãos, pesquise) e também a região do Alentejo. São regiões próximas às grandes cidades e lindas em termos de natureza. Estará há menos de uma hora de um aeroporto internacional, podendo viajar para outros lugares. Uma das vantages de Portugal é pode conhecer também o restante da Europa com certa facilidade.


      Abraços,

      Rafael Lima Joia

      Excluir
    2. Excelente texto e já estou tomando nota das dicas! O ponto principal nisso tudo é que nós não temos a intenção de trabalhar no país e nem temos filhos para por em escola. Quero tirar o máximo de proveito dessa flexibilidade e encontrar o melhor custo beneficio, como bem disse vai ser preciso paciência e não se afobar querendo resolver tudo logo. Ficar em Air Bnb é caro e isso irá nos pressionar um pouco para querermos cair em um aluguel convencional logo.... mesmo assim já estamos pensando em comprar um carro e rodar o país ficando em varias cidades. Muito obrigado pelas dicas e estou fazendo uma segunda lista de cidades que tentaremos conhecer antes de fechar negocio seja no aluguel ou mesmo compra.

      Excluir
  9. Cara, essa ideia de trailler é furada, vai por mim. Alugue uma casa em um bairro bom! Se for no litoral, que seja num bairro de praia. Quando quiserem, aluguem um trailer pra viajar por uns dias em Portugal ou na Europa. A sua renda, de uns 4 mil euros, permite que um casal viva bem nos melhores bairros de Lisboa, assim como em Sintra e Cascais. Boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só mesmo testando para ver se é furada ou não, com certeza não é para todo mundo não. Porém observo muito os meus pais e vejo que nunca foram tão felizes na vida agora que moram em um motorhome... aí vc já viu? A ideia de fazer o mesmo fica martelando na cabeça. Infelizmente essa alta do euro está quebrando meu orçamento, batendo em 5 reais a renda média cai para uns 3400 euros, e só deus sabe onde isso vai parar. Morando em um motorhome cortaríamos essa dependência do aluguel... mas seja lá qual fora a ideia final faremos com calma. No momento estou colhendo informações com a ajuda de comentários iguais aos seus. Obrigado!

      Excluir
  10. Para complementar meu comentário, diria q Portugal tem excelentes cidades, mas Lisboa e Porto concentram as melhores opções de lazer e td mais. Se quiser economizar no aluguel, sugiro cidades q fiquem a até 50 km dessas duas. Fora de Portugal, sugiro a Costa do Sol, na Espanha...mas isso vc vê depois. Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero muito realizar o sonho de morar perto da praia, não sei pq sempre me senti bem perto do mar mesmo que não seja para entrar na agua!rs

      Excluir
    2. Meu palpite. Se você conhecer a Costa do Sol, Málaga e adjacências, irá esquecer de Portugal.

      Excluir
    3. Mas o processo está sendo feito para Portugal, para quem tem um passaporte europeu o leque é enorme... já para um simples mortal como eu as opções são limitadas. E felizmente já notei que opções não faltam em Portugal!

      Excluir
  11. Iria falar o que penso...mas o que penso foi muito bem explicado por Dinheiro Investimento e Lazer aqui em cima e estou de completo acordo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O raciocínio dele realmente é bem sensato... se for deixar a emoção de lado oq ele sugeriu é a coisa mais coerente a se fazer.

      Excluir
  12. Quantas boas dicas!
    É difícil dar conselhos quando não sabemos exatamente as particularidades do casal. Por exemplo: eu e a esposa adoramos ter uma sala ampla, e gostamos de comprar pão todos os dias. Isso parece besteira, mas já é um baita filtro. Teríamos dificuldade de morar numa casa com sala apertada, ou longe de mercados/padarias.
    E apesar de adorarmos morar perto da praia (3 minutos da praia, para ser mais específico), frequentamos a mesma, no máximo por cinco ou seis vezes NO ANO. rsrs.
    Então, isso tudo é muito relativo.
    No seu lugar, eu me planejaria para fazer uma viagem de 30 a 45 dias, ficando de 3 a 5 dias em cada cidade. Visitaria as mais relevantes dentro dos meus filtros.
    Ficaria em Airbnb sim neste período (é o contato mais próximo que vai ter de ser um residente nativo), fazendo compra no mercado, indo para farmácia, caminhando até a praia - se for o caso, enfim.. Fazendo coisas normais, além de passear, sair pra jantar, é claro.
    E acho que você teria uma boa noção de onde morar (pelo menos num segundo momento, após esta experiência).
    Isso já descartaria várias cidades, pois você notaria que algumas não preencherão os requisitos de vocês... Calmas demais, movimentadas demais, sem opções de mercados ou shoppings, sei lá.
    E depois eu alugaria um apt/casa na cidade em que mais gostássemos.
    Após as dicas do amigo aí em cima, eu acho que num outro momento partiria para comprar sim, já que com 3% de juros anuais, é um negócio "da China".
    Você tem ótimas dicas na mão. Eu só cortaria essa de "comprar algo" logo de cara.
    Sobre o motorhome, também conheço um casal que é muito feliz assim, mas não se enquadra na realidade de vida minha e da minha esposa. Isso vai de casal para casal. Vale uma experiência de teste pra ver.
    Um abraço. Stark.
    www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O segredo vai ter que ser ter paciência e muita pesquisa... gosto muito de praia para caminhar e fazer meus exercícios, já "pegar praia" também não é comigo não. No momento com essa alta do euro seria loucura tirar grana do Brasil para comprar qualquer coisa por lá, vou ter que ver oq irá acontecer daqui pra frente.

      Excluir
  13. Fala aí Sr IF!
    São muitas opções e fica difícil escolher mesmo.
    Só tome cuidado quanto a mudanças bruscas. No caso do Motorhome por ex, é mudar da água para o vinho comparado a sua vida de agora. Além disso é uma decisão tipo 8 ou 80. Você pode gostar muito ou detestar muito.
    Talvez o ideal seja você alugar uma casa "normal" primeiro para ir se acostumando com a vida lá e depois tomar decisões bruscas de comprar Motohome, fazenda e etc. Pense que a satisfação com a moradia afeta muito a sua vida e a percepção da qualidade de vida do lugar onde você mora. Então se você se frustrar com alguma escolha de moradia, isso pode afetar até mesmo a sua vontade de morar em Portugal, por ex.
    Boa sorte na escolha!
    Abraço.
    I.An.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moradia é sempre o maior gasto de alguém e oq mais influência na qualidade de vida, vou ser bastante criterioso nessa escolha seja ela qual for, é muito dinheiro envolvido para fazer qualquer coisa na correria.

      Excluir
  14. Talvez dê para alugar um MH por um mês, e ver como as coisas andam... eu não entendo nada de traillers, mas imagino que uma dificuldade possa ser encontrar lugares para pernoitar, limpeza do dejetos do banheiro, etc. Mas sem dúvida é uma ideia interessante! E pela experiência que vc já tem dos seus pais, creio que fica mais fácil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chegamos a uma solução bem criativa... alugar um imóvel convencional e quando meus pais foram passar um período extenso fora de Portugal esvaziamos as coisas deles no apartamento alugado e moramos um tempo no motorhome deles. É bom pra gente que "aluga" um motorhome de graça e bom para eles que não terão que pagar garagem para deixar o veículo durante a viagem.

      Excluir
  15. Pelo que li suponho que seu perfil é parecido com o meu. Eu vou me declarar FIRE daqui 2 anos e vou pra portugal com a mulher.
    Sobre motorhome, eu acompanho vários casais na internet que levam essa vida e deu pra perceber uma vibe do tipo que é algo muito bom, mas viver 100% do tempo viajando cansa. Tudo que é demais enjoa. A gente precisa do tempo "chato" em casa pra bater a vontade de viajar e curtir ainda mais os momentos da viagem.
    Eu bolei um plano para tentar aproveitar o melhor dos 2 mundos.
    Vou comprar um AP simples em Portugal, não mais que 50m2, em alguma cidade litoranea e vou comprar um motorhome.
    O plano é fazer viagens curtas de uns 3 meses cada pela Europa e depois voltar pro AP e passar 1 ou 2 meses nele descansando (meses de inverno seriam uma boa época pra passar no AP ao invés de viajando no motorhome) até a próxima viagem de 3 meses no motorhome. Enquanto eu estivesse viajando, o apartamento estaria sendo alugado pelo Airbnb pra gerar uma renda extra que seja suficiente ao menos para custear as despesas do próprio apartamento.
    Acho que assim da pra trazer equilibrio para esse dilema entre ter um local fixo x viver viajando.

    ResponderExcluir
  16. É um excelente plano! Já pensamos nisso também e inclusive um apartamento bem localizado na praia poderia ser colocado no Airbnb pelo período que estaria viajando no motorhome. O empecilho nesse momento são os altos preços dessa possível bolha imobiliária que Portugal anda passando, quem sabe vc não dá sorte e essa crise global trás os preços para baixo. Falando em preços vc já deu uma olhada no valor de ter um motorhome e um apartamento? Pro meu bolso ficaria um pouco pesado e a solução seria conseguir vender minha casa no Brasil para poder colocar esse tipo de plano em prática.

    ResponderExcluir
  17. Vendo no OLX agora, um AP em Portimão a 300 metros da praia ta saindo na casa dos 75 mil Euros.
    Motorhome tem mais variáveis, com com 45 mil euros da pra comprar um usado com fabricação recente (Se gostar e se divertir colocando a mão na massa, da pra comprar uma sprinter normal longa e você mesmo fazer a conversão pra motorhome, ta cheio de video ensinando passo a passo, ai vc gasta uns 25 mil euros + seu tempo + sua hora de trabalho, mas isso não é pra mim).

    Então o pacote ap + motorhome vai sair uns 120 mil euros ou R$ 600.000,00. É uma patada no patrimônio ( o meu ta em 3.5m). Mas quando chegar a hora tem que analisar o câmbio, mercado, juros, etc... Considerando um juros de 3% ao ano pra financiamento imobiliario, pode ser que valha mais a pena deixar o dinheiro em algum IPCA + 6% em terras brasileiras e comprar a prestação lá. Com sorte no câmbio você paga a prestação e ainda sai no lucro).

    Com relação ao financiamento de motorhome não cheguei a pesquisa pra saber se as taxas são atrativas.

    E de qualquer maneira metade desse dinheiro acabaria tendo que ser alocado em moradia de qualquer maneira, então o "luxo" é só o gasto da outra metade. As vezes a gente merece um luxo hahahhaa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente os preços que vc mencionou batem com oq andei pesquisando. A única coisa que eu não farei de jeito algum é financiar um imóvel em euros tendo que pagar as prestações com minha renda em real... estaria exposto a um risco muito elevado que não me deixaria tranquilo. No meu caso a ideia seria vender minha casa no Brasil e comprar a vista em Portugal ou outro lugar com moeda forte que pudesse gerar renda caso precisasse alugar.

      Excluir
  18. Aprendiz de burguês

    Faaaallaaaa, SrIF, finalmente descobri o site novo, rsrsrs... Então, vou só dar meu pitaco, engrossar o caldo do pessoal... Lembrando do tempo que passaste na Austrália, viajando, e também de como foi decepcionante a chegada em Bali... Lembrando também de como vc parece gostar de estar sempre planejando algo, parece claro que o melhor seria vcs tirarem um bom tempo para um 'experimentar permanente', viajando por todo Portugal. Em busca de quê? Bom, as vezes a questão é menos 'encontrar' do que 'procurar'... Acho que o motorhome que vc procura é mais espiritual, rsrsrs... Eu faria um gigantesco plano de viagem, com muiiitttaaaas folgas e flexibilidades, e deixaria pra decidir qualquer coisa apenas no final desse período.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vindo ao novo site! A ideia é meio que essa se o euro permitir... infelizmente com essa alta os planos de grandes viagens estão suspensos e se conseguirmos levar uma vida confortável em Portugal já estará de bom tamanho. Inicialmente iremos alugar um local e comprar um carrinho, e a partir dai tentar fazer umas viagens a procura de algo mais definitivo.

      Excluir

Postar um comentário