Contenção do Vírus Corona: Alguém me explique qual é o plano...

   Acredito que provavelmente você esteja lendo esse post confortavelmente em sua casa curtindo uma bela quarentena, afinal é isso que nos tem sido pedido e de certa forma até imposto pelo governo. Pois bem, assim como uma profecia auto-proclama imagino que muitos que estão hoje sentados em seus sofás e colaborando com os esforços para conter a pandemia, em um futuro próximos estão novamente sentados nesse mesmo sofá por conta das consequências nefastas que tal quarentena adotada trará à economia global, já é inegável que essa "pausa" que estamos vivendo irá causar danos severos ao sistema econômico. O mercado talvez tenha exagerado na precificação desse prejuízo mas com certeza a conta virá em breve, e não será pequena. "Mas Sr.IF, estamos salvando vidas e dinheiro nenhum do mundo pode pagar por isso!". Com certeza meu caro leitor, mas será que essas medidas tomadas pelos governos realmente irão solucionar o problema da epidemia?






   Hoje temos como principal medida de contenção o isolamento da população, a palavra de ordem é quarentena e ai de quem achar que deve sair na rua ou mesmo trabalhar!!! Agora pouco ao fazer minha caminhada do lado de fora do parque da cidade (isso porque fecharam o parque até segunda ordem) passei por alguns motoristas de Uber mandando mensagem de voz em resposta a alguém que dizia que eles não deveriam estar trabalhando, até onde consegui escutar o tal motorista perguntava "e quem é que vai pagar minhas contas no final do mês? Deixa quem quiser trabalhar, trabalhar sossegado!". Não sei exatamente para quem ele estava respondendo mas com certeza era mais uma dessas pessoas que insistem em apedrejar quem decide seguir com a vida mesmo com o tal vírus a solta.


   A grande pergunta que eu quero deixar nesse post é, alguém por gentileza me explique qual é o plano exatamente. Digamos que os governos do mundo inteiro consigam a façanha de através da quarentena mais bem sucedida do universo conter o vírus de forma que reste apenas uma única pessoa no mundo infectada. A não ser que alguém vá lá e mate essa pessoa, tomando todo o cuidado para não se infectar no processo, assim que a quarentena acabar essa pessoa irá infectar justamente aqueles que estavam em quarentena e não desenvolveram resistência ao vírus. Então qual é o plano? Estamos simplesmente tirando das ruas justamente os "soldados" que deveriam lutar a batalha, jovens saudáveis que até semana passada frequentavam academias de Crossfit hoje estão trancados dentro de casa com medo de uma gripe, que para eles passa MUITO longe de ser mortal. Na verdade esses jovens deveriam estar preocupados com os problemas de saúde que esse monte de merda que eles tomam antes e depois da academia podem causar ao seus organismos. Vale lembrar que 80% das pessoas ao contraírem o vírus irão ter sintomas tão leves que até podem passar desapercebido, quando falamos de jovens entre 20 a 44 anos de idade a taxa de mortalidade é idêntica a de uma gripe comum 0,1%. Porém ao serem contaminados irão desenvolver a resistência necessária para que continuem a contenção da epidemia. Então como justificar a destruição da economia mundial mantendo a população em casa? A hora que essa quarentena acabar e todo mundo voltar às ruas sem ter desenvolvido nenhum tipo de resistência ao vírus você acha que irá acontecer o que? Volto a perguntar do título, qual é o plano?


   "Mas Sr.IF, pense nos nosso velhinhos... deixe de ser egoísta! Quem está morrendo são os velhinhos...". Bingo meu caro leitor! Esses sim deveriam estar em casa (juntamente com as pessoas de qualquer idade que por um motivo ou outro enquadram-se no grupo de risco) enquanto nós "soldados" continuamos a levar nossas vidas normalmente e ajudando a combater essa pandemia como ver sendo feito desde o início da humanidade, adquirindo a doença e desenvolvendo anticorpos. Pode ser que alguns de nós desenvolvam complicações? Claro que sim, igual acontece com qualquer outra doença estamos todos sujeitos a desenvolver pneumonia depois de uma gripe forte, câncer, ataque cardíaco, etc... a vida é assim e ficar dentro de casa não vai diminuir essa possibilidade. Mas como disse para a população ativa as chances de morte pelo vírus corona é a mesma de uma gripe comum. Ao invés de nos esforçamos para destruir a economia global colocando toda a população ativa em quarentena, nosso esforços deveriam ser no sentido de isolar todos aqueles que se encontram no grupo de risco. A Itália falhou enormemente em impedir que a população idosa se contaminasse, e agora paga o preço elevado superando a China em números de mortos. Esse é com certeza um erro que não deveríamos cometer, grupo de risco fica em casa e ponto final. A partir daí iremos gastar toda a nossa energia desenvolvendo métodos para evitar que esse mesmo grupo se contamine durante o isolamento, e quando finalmente nós soldados vencermos a epidemia e erradicarmos o vírus por termos desenvolvido anticorpos é a hora de deixarmos o grupo de risco voltar às ruas.

  Mas será que o Sr.IF não está esquecendo do tal "achatamento da curva"? Tá aí mais um ponto que eu queria entender, vamos deixar todo mundo em casa e diminuir o número de casos simultâneos sim... mas e depois? A hora que o povo retornar às ruas não teremos esse pico acontecendo de um jeito ou de outro? Ou governo irá liberar a população em ordem alfabética? Se for assim imagino que se derem sorte as Zileides irão poder sair do confinamento até antes do natal. De maneira alguma estou menosprezando todos os esforços feitos até agora para diminuir o número de vítimas dessa epidemia, mas sentado aqui no meu isolamento simplesmente não entendo qual é o plano de longo prazo.


   Talvez minha visão simplista da situação seja equivocada e o que irei dizer possa parecer extremamente prepotente, mas de forma alguma me surpreenderia se eu estivesse certo e os governos errados, afinal governo só faz merda uma vez que nunca fazem nada tendo o bem-estar da população como principal objetivo. Todas as decisões tomadas terão sempre como pano de fundo o impacto político que elas trarão. Eu sinceramente gostaria de entender qual é o plano, a não ser que fiquemos em casa até que uma vacina eficaz seja desenvolvida tudo que estamos fazendo é postergar o inevitável, uma segunda onda de contaminação daqueles que não desenvolveram resistência ao vírus e de quebra a criação do que será provavelmente a maior recessão que o mundo já viu. Alguém por favor me explique qual é o plano...



Sr.IF